domingo, 28 de outubro de 2012

Como tudo começou

Meus pais iniciaram a vida deles no Rio Grande do Sul, mais precisamente em Porto Alegre, no final dos anos 50. Minha mãe montou um salão de beleza e meu pai um estúdio fotográfico.
Ele abriu o  Alex Foto. Ele tirava foto das pessoas para documentos, na hípica, eventos da base aérea e da outra paixão dele, o Internacional.
O negócio prosperou pela necessidade das pessoas tirarem fotos para documentos. Minha mãe arrumava o penteado e a maquiagem, e meu pai as fotografava.





Apesar de estar presente, eu era bebê, então tenho poucas lembranças desta época muito feliz da minha família. Tanto minha mãe quanto meu pai falavam muito sobre este tempo em que fomos muito felizes.



A foto acima é um slide, eu ainda criança, fazendo pose na frente do carro do pai. Para quem me conhece já notou que estou acompanhada de um amigo canino. Meu pai já tinha propaganda no carro, em 1963! Depois ele trocou pela conhecida estrela.

Eu lembro como era difícil o trabalho de um fotógrafo naquela época. Quando tinha 11 anos, já em Itajaí, comecei a ajudar meu pai no ofício. Ele me ensinava tudo. Lembro de atender as pessoas, do trabalho de carregar o filme na máquina. Filme que vinha num rolo dentro de uma latinha, precisávamos cortar o número de poses e colocar na câmera dentro do quarto escuro. Lembro também do trabalho de revelar o filme, colocá-lo no ampliador, e usar os químicos para revelar as fotos. Cortar a foto pronta na guilhotina, etc. Tudo muito artesanal, e muito bom de se fazer.

O Xerife fez da fotografia a vida dele. Numa época em que não tínhamos as facilidades da tecnologia atual. E ele fez muitas fotos lindas. Algumas delas muito marcantes na minha vida. Assim como quero que as fotos que marcaram vocês também estejam aqui, e nossos corações sempre lembrem com carinho de quem as registrou.

2 comentários:

  1. Fabiani C Gargioni #2729 de outubro de 2012 22:05

    Bela história Simone e agora sabendo que o Xerife era COLORADO assim como eu fico muito feliz!!!

    ResponderExcluir
  2. rsrsrs as pessoas tem que ter algum defeito né? rsrsrs eu e minha mãe GREMISTAS, imagina dia de GRENAL lá em casa

    ResponderExcluir